|
porUNICEF
fonteUNICEF
a 12 DEZ 2014

UNICEF aumenta montante do apelo para impulsionar o combate e a resposta ao Ébola

A UNICEF anunciou hoje a ampliação da operação de combate ao vírus do Ébola na África Ocidental durante os próximos seis meses, com um custo estimado de 500 milhões de dólares – dos quais até agora apenas 24 por cento (125.7 milhões) estão assegurados.

Os fundos permitirão ao Fundo das Nações Unidas para a Infância continuar a responder às duas maiores fontes de transmissão do Ébola – o não-isolamento dos pacientes diagnosticados e as sepulturas precárias – bem como aproveitar oportunidades para reforçar os sistemas de prestação de cuidados primários de saúde e de apoio social numa das regiões mais pobres do mundo.


© UNICEF/NYHQ2014-2095/Jallonzo - Libéria, 2014

“A UNICEF está a acelerar o seu trabalho no seio das comunidades para travar o surto, apoiar o isolamento inicial dos casos, promover a inumação em segurança, bem como fomentar a sensibilização e o conhecimento da doença e seus riscos,” afirmou o Dr. Peter Salama, Coordenadora Global da UNICEF para o Ébola. “Mas ao levarmos a luta contra o Ébola para junto das comunidades, podemos também aproveitar para ajudar a construir serviços robustos de cuidados de saúde primária e outros serviços sociais que irão trazer benefícios a longo prazo às crianças e suas famílias, uma vez vencido o Ébola.”

O financiamento através do apelo destina-se a:

• Promover comportamentos preventivos que salvam vidas, incluindo práticas de sepultura segura e isolamento inicial através de campanhas nos meios de comunicação social, campanhas porta-a-porta, assim como a formação e colocação de cerca de 60.000 voluntários da comunidade;
• Apoiar até 300 Centros Comunitários de Cuidados (CCC), centros de transição, centros de observação e instalações para isolamento rápido nas áreas rurais;
• Proporcionar serviços de protecção infantil a até 10.000 crianças cujos pais ou cuidadores tenham sucumbido ao Ébola;
• Manter stocks de Equipamentos Pessoais de Protecção (Personal Protective Equipment -PPE) e outros artigos cruciais relacionados com o combate ao Ébola, tais como aqueles que são essenciais para a prevenção e o controlo da doença; e
• Manter ou preparar o retomar em segurança dos serviços básicos de saúde e educação.

“Os serviços de saúde pública nos países afectados pelo Ébola podem vir a emergir com muito mais força se realizarmos os investimentos adequados agora, nos lugares certos – acima de tudo à porta das comunidades onde as pessoas mais precisam desses serviços cruciais”, afirmou o Dr. Salama. 

“Ao apostar na formação de mais voluntários locais, mais estruturas físicas perto da casa das pessoas, apoiar os trabalhadores comunitários nas áreas da saúde e assistência social, e capitalizar a identificação de muitos sobreviventes do Ébola para ajudar a prestar cuidados a quem está afectado e em risco, podemos simultaneamente combater a doença hoje e começar a definir maneiras de ministrar vacinas, tratar a má nutrição, melhorar os cuidados pré-natais e potenciar melhores resultados no futuro,” afirmou.

A resposta ao Ébola apoiada pela UNICEF também tem impacte noutros sectores para além da saúde. Com escolas encerradas, a UNICEF está a trabalhar com o Ministério da Educação e outros parceiros para apoiar a aprendizagem contínua através da transmissão de aulas nas estações de rádio nacionais e locais, e módulos de auto-ensino. Continuam ainda os esforços para a eventual reabertura de escolas em condições de segurança. Dezenas de milhares de professores estão a receber formação sobre técnicas de apoio psicossocial, prevenção do Ébola e ambientes de aprendizagem protectores, também para reforçar as respostas assentes na comunidade.

A UNICEF está também a apoiar os países em risco de surto de Ébola para que estejam preparados, através de campanhas pró-activas de sensibilização e, em antecipação de algum surto, apoiando protocolos para a vigilância, detecção e gestão de casos.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010