|
porTESE
fonteTESE
a 14 NOV 2014

Serviço Comunitário de Energia de Bambadinca entra hoje em fase de testes

A solução que vai iluminar Bambadinca, na Guiné-Bissau, é a primeira do género e resulta da união de esforços entre comunidade, autoridades regionais, nacionais e a TESE Sem Fronteiras.

São aproximadamente 100 os clientes-piloto que, a partir de hoje, começam a testar o Serviço Comunitário de Energia de Bambadinca (SCEB), desenvolvido no quadro do projecto “Bambadinca Sta Claro - Programa Comunitário para Acesso a Energias Renováveis”. Promovido na Guiné-Bissau pela TESE Sem Fronteiras, em estreita colaboração com a Associação Comunitária de Desenvolvimento de Bambadinca (ACDB), a Direcção-Geral de Energia, a ONG DIVUTEC e a Universidade de Lisboa, o projecto é financiado pela União Europeia e pelo Camões - Instituto da Cooperação e da Língua.

O serviço de energia agora criado irá, até finais de 2015, fazer chegar energia elétrica aos cerca de 650 agregados familiares da vila de Bambadinca (aproximadamente 6.500 habitantes), a partir de uma Central Fotovoltaica Híbrida de 312 kW de potência instalada, composta por 1.248 painéis fotovoltaicos, 216 baterias e três geradores diesel.

O SCEB resume uma solução técnica e de gestão inovadora, em que uma associação de base comunitária (a ACDB) é autorizada pelo Estado para a produção, transporte e venda de energia eléctrica à população, num modelo de parceria público-comunitária.

Os testes ao funcionamento deste novo serviço irão decorrer em regime intensivo até final do ano e incluem o arranque da central fotovoltaica híbrida, a ligação à rede de eléctrica de média e baixa tensão, e a assistência técnica à ACDB para a implementação dos procedimentos de gestão, operação e manutenção desenvolvidos durante os últimos meses.

A colaborar nesta fase de testes estarão os clientes-piloto que já aderiram ao serviço e a quem é pedida a utilização dos seus equipamentos eléctricos, de acordo com quatro perfis de consumo definidos, que aliam a dimensão das famílias ao número de equipamentos utilizados.

Pode ver o Documentário “Bambadinca Sta Claro” nos seguintes links:

 

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010