|
porONU
fonteONU
a 19 AGO 2014

Mensagem do Secretário-Geral da ONU no Dia Mundial da Acção Humanitária

No Dia Mundial da Acção Humanitária, renovamos o nosso compromisso em salvar vidas , tal como relembramos todos aqueles que perderam as suas servindo esta causa nobre. Só no ano passado, o número de funcionários humanitários raptados, gravemente feridos ou mortos foi o maior alguma vez registado. Isto é ultrajante.

Nas últimas semanas, dezenas de funcionários humanitários – incluíndo membros da família da ONU – perderam as suas vidas no Sudão do Sul ou em Gaza. Demasiadas pessoas morreram ou sofreram ataques deliberados.

Os funcionários humanitários e as suas famílias são os mais prejudicados por este tipo de crimes.

No entanto, estes também afectam milhões de pessoas.

Ataques ao staff  humanitário só dificultam a situação de pessoas cujas vidas dependem desesperadamente  do seu apoio.

As crianças deixam de tomar vacinas. Os doentes e feridos não são tratados. Aqueles que são forçados a abandonar as suas casas ficam privados de alimentos, água ou abrigo ficando expostos à violência, doenças e outras ameaças.

No Dia Mundial da Acção Humanitária, honramos os trabalhadores heróicos que corajosamente se apressam para responder aos pedidos das pessoas em necessidade.

Relembramos os seus sacrifícios e reconhecemos os milhões de pessoas que contam com eles para a sua sobrevivência.

Vamos honrar os soldados humanitários caídos através da protecção daqueles que continuam o seu trabalho e apoiam missões de assistência humanitária em todo o mundo.

 

----------------------
Sites relevantes:

http://www.un.org/en/events/humanitarianday/

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010