|
porRita Caetano
fonteFGS
a 21 JUL 2014

Tecnologia livre de conflito

A FGS acaba de se associar à ONG jesuíta ALBOAN na divulgação da sua mais recente campanha Tecnologia livre de Conflito.

“O que esconde o seu telemóvel?” é o ponto de partida desta campanha que quer evidenciar a relação entre os telemóveis, tablets e computadores e a violência no leste da República Democrática do Congo.

Através desta campanha, a ALBOAN pretende alertar para formas simples de ajudar a acabar com a guerra no Congo e ao mesmo tempo sensibilizar para um uso mais consciente e responsável da tecnologia.

Os recursos monetários angariados serão aplicados no trabalho da ALBOAN na República Democrática do Congo, especificamente o que é concretizado pelo Serviço Jesuíta aos Refugiados (JRS).

O que é a Tecnologia Livre de Conflito?
Para além do custo económico, os telemóveis têm custos sociais e ambientais. Um telemóvel convencional contém entre 500 e 1.000 componentes diferentes sendo que a sua extracção e processamento gera cerca de 75 kg de resíduos por cada telefone.

Alguns desses componentes são recursos caros e escassos e estão relacionados com abusos sociais e ambientais. Um exemplo é a obtenção de tântalo, extraído a partir de um mineral chamado coltan. 80% das reservas mundiais deste mineral estão no leste do Congo e sua extracção está ligada à violação de direitos humanos, à destruição ambiental e ao financiamento de conflitos na região.

Na Europa, o parque de telemóveis é renovado em 40% a cada ano. Apesar do tempo de vida de um telemóvel ser cerca de 10 anos, o tempo médio de utilização varia entre 1 ano e meio a 2 anos.

Usar os telemóveis de forma responsável prolonga a sua vida útil e pode ajudar a reduzir o impacto da extracção mineira no Congo.

O que pode fazer?
A FGS associa-se à ALBOAN partilhando e incentivando à divulgação do site da Campanha. Nele poderá encontrar mais informação sobre este assunto, materiais audiovisuais e propostas de acção concreta para ajudar a tornar a tecnologia livre de conflito.

 

A rúbrica "Sinais", de Fernando Alves na TSF, foi hoje dedicada a esta campanha. Pode ouvir aqui.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010