|
porADRA
fonteADRA
a 29 NOV 2013

A ADRA continua a Resposta ao Tufão Haiyan nas Filipinas

A equipa da ADRA está estabelecida e em acção nas Filipinas em resposta ao super tufão Haiyan. De acordo com o último relatório do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA), o número de pessoas afectadas aumentou para 14,2 milhões, o número de deslocados é de 3,5 milhões, 5 240 pessoas morreram e outras 1 613 são dadas como desaparecidas.

Em resposta a devastação provocada pelo tufão Haiyan, a ADRA já se mobilizou nas regiões do norte de Cebu e Iloilo. A equipa começou a distribuição de mais de 3 500 cabazes alimentares de emergência e está em processo para começar a distribuição de 5 000 lonas para abrigos de emergência.

Além disso, a ADRA está a aliar-se a organizações para o transporte de sistemas de purificação de água para as áreas onde a água potável é necessária. Estes sistemas de purificação de água já estão em Manila e estarão a caminho de Iloilo nos próximos dias.

A equipa da ADRA está a trabalhar com o OCHA e com agências locais enquanto a avaliação da situação nas Filipinas contínua. O acesso às regiões afectadas ainda é limitado devido às estradas danificadas, às árvores caídas e também aos destroços que têm interferido com os sistemas de comunicação. As Forças Armadas das Filipinas relataram que todas as cidades em Leyte estão já acessíveis por estrada, embora as ruas estejam congestionadas devido aos detritos remanescentes.

Os trabalhadores da ADRA nas Filipinas descreveram a situação como “terrível”, dizendo que as pessoas estão com necessidade urgente de alimentos, água e abrigo. Os bloqueios das estradas têm interrompido o fornecimento da ajuda.

“Estamos a incentivar fortemente aqueles que querem ajudar a fazer donativos monetários,” disse Emanuel da Costa, director da ADRA Internacional para a Gestão de Emergências. “O segredo do sucesso numa resposta de emergência é a celeridade; o transporte de bens físicos é lento porque além da recolha, envolve triagem, selecção, embalagem e transporte, que é muito ineficiente. Não permite que ajudemos aqueles que estão em crise quando é necessário.” Além do mais, a doação de roupas usadas, em particular, é ilegal nas Filipinas.

A ADRA Portugal abriu a conta com o NIB 0046 0017 00600031123 74 para recolher donativos especificamente para a resposta às vítimas desta catástrofe.* Este peditório encontra-se devidamente autorizado pelo Ministério da Administração Interna.

*Os donativos têm uma majoração de 130% nas deduções fiscais. Os comprovativos de depósito ou transferência devem ser enviados para a ADRA com indicação do nome, morada e número de contribuinte para envio do respectivo recibo.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010