|
porCáritas
fonteCáritas
a 17 OUT 2013

Cáritas Portuguesa volta a assinalar o Dia Mundial para a Erradicação da Pobreza

Para assinalar o Dia Mundial para a Erradicação da Pobreza a Cáritas Portuguesa volta a lançar uma campanha para combater o que considera ser um flagelo social. Esta campanha pretende sensibilizar os cidadãos para assumirem uma posição mais relevante na luta contra a pobreza nos dias de hoje.

“Esta realidade não resulta da falta de bens mas de uma escandalosamente injusta distribuição dos mesmos. Sem se erradicar esta injustiça não será fácil construir a paz. Sem a redução das desigualdades sociais gritantes, jamais se conseguirá ter tranquilidade pessoal e colectiva. Todas as pessoas devem ser mais participativas na discussão pública sobre as políticas de erradicação da pobreza”, refere o Professor Eugénio Fonseca, Presidente da Cáritas Portuguesa.

Segundo a Cáritas Portuguesa, a pobreza é um flagelo que afecta uma parte significativa da população mundial. Muitos seres humanos continuam a viver e a morrer em condições degradantes. Cerca de 1,2 mil milhões de pessoas (20% da população mundial), vive penosamente, muito abaixo do limiar mínimo da pobreza (com menos de um dólar por dia); 850 milhões de seres humanos sofrem de fome e 30 mil morrem de causas diretamente relacionadas com a pobreza.

Esta campanha será comunicada através de um e-postal com uma oração. O objetivo é que esta mensagem chegue ao maior número de pessoas através da partilha de email e facebook. A Cáritas Portuguesa acredita que esta é uma causa à qual todos devem estar associados e sobre a qual todos devem estar informados.
 

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010