|
fonteNobre
a 31 MAI 2013

NOBRE CASA DE CIDADANIA IRÁ DISTINGUIR ATOS NOBRES PRATICADOS POR CIDADÃOS

Com o objetivo de identificar e reconhecer Atos Nobres praticados pelo Cidadão, prestando-lhe homenagem através de distinções honoríficas, a Nobre lança hoje a Nobre Casa de Cidadania. Um projeto que atuará no âmbito da sensibilização e educação para a Cidadania, promovendo o exemplo individual como acelerador da melhoria cívica do indivíduo e da sociedade.

De cidadãos para cidadãos, a Nobre Casa de Cidadania surge da oportunidade de homenagear os bons exemplos e exaltá-los, através da sua divulgação e do sentido reconhecimento público, garantindo assim que todo o seu capital de educação e motivação é preservado e potenciado.

“Ao reconhecer estes atos, a Nobre Casa de Cidadania pretende torná-los verdadeiros exemplos, promovendo os Atos Nobres no Mundo e no Tempo, além-fronteiras e além-memória”, refere Rui Silva, Mentor da Nobre Casa de Cidadania.

Para cumprir o seu propósito, a Nobre Casa de Cidadania é constituída por um Conselho Institucional, composto pela Autoridade Nacional para a Proteção Civil, Corpo Nacional de Escutas, Direção Geral de Educação, Estado-Maior-General das Forças Armadas, Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, Fundação para a Ciência e Tecnologia, Grace – Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial, INEM – Instituto Nacional de Emergência Médica, Liga dos Bombeiros Portugueses, Plataforma Portuguesa das ONGs para o Desenvolvimento e Polícia de Segurança Pública, e por uma Comissão de Honra, que conta com nomes como António Barros Cardoso, Daniel Serrão, General Loureiro dos Santos, Júlio Isidro, Manuel Sérgio, Padre Vítor Melícias, Pedro Bacelar de Vasconcelos e Rosário Farmhouse.

A Nobre Casa de Cidadania pretende honrar a História de Portugal onde é evidente a maturidade na distinção e homenagem, levando o devido reconhecimento e a rara homenagem pública aos cidadãos autores de Atos Nobres.

“A Nobre Casa de Cidadania foi desenhada para prestar homenagem aos Atos Nobres dos cidadãos, identificando-os, divulgando-os e perpetuando-os na memória coletiva para garantir assim que todo o seu capital de educação seja preservado e potenciado”, acrescenta Rui Silva.

Propor um Ato Nobre
A Nobre Casa de Cidadania é um projeto de cidadãos e para cidadãos e é constituído por instituições e personalidades de relevo nacional, para além da empresa-cidadã Nobre. Assume-se sem “dono”, de todos e para todos, tendo como base o indivíduo e os Atos Nobres por estes praticados. Por estar assente no Cidadão, é acessível e próxima, colaborativa e participativa. Neste sentido, a Nobre Casa de Cidadania apela aos cidadãos para que tenham um papel ativo no cumprimento do seu propósito de distinguir Atos Nobres. Pretende-se, por isso, que o envolvimento dos cidadãos seja direcionado para o reconhecimento sincero e sentido dos seus pares.

De forma muito pragmática, espera-se de cada cidadão que, na sua vivência, identifique um ato que tenha presenciado, ou mesmo de que tenha sido alvo, e que considere ser um ato nobre, e que o proponha para que seja reconhecido e homenageado.

A Nobre Casa de Cidadania irá analisar as propostas apresentadas, respeitando a definição de Ato Nobre e os estatutos da Nobre Casa de Cidadania, e irá decidir que Atos agraciar, em cerimónias a decorrer ao longo do ano, com o Louvor – a principal forma de distinção da Nobre Casa de Cidadania – e com o Título de Cidadão Nobre, a ser atribuído anualmente. Serão homenageados também cidadãos estrangeiros residentes em Portugal através do Louvor Honorário e do Título de Cidadão Nobre Honorário.

A partir de 1 de junho, para propor um Ato Nobre, basta ao cidadão aceder a www.nobrecasadecidadania.pt, e apresentar a proposta de um Ato para agraciação. Assim, e desde logo, prestará homenagem aos que dão o melhor de si em prol dos outros. E é convicção da Nobre Casa de Cidadania que reconhecer um Ato Nobre no ato de outros, é em si um Ato Nobre.

Sobre a Nobre Casa de Cidadania
A Nobre Casa de Cidadania surge sob a mentoria da empresa-cidadã Nobre que, incorporando a experiência e aprendizagem do Movimento Portugal é Nobre, percebeu a necessidade de distinguir e homenagear os bons exemplos, e exaltá-los através da sua divulgação, promovendo o exemplo individual como acelerador da melhoria cívica.

A Nobre Casa de Cidadania é constituída por organizações e personalidades da sociedade portuguesa que definiram o conceito de Ato Nobre como sendo “uma ação realizada em benefício de terceiros, ausente de qualquer interesse pessoal, refletindo o carácter de quem a pratica ao demonstrar integridade, honra e humanidade.”
 

(artigo escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico)

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010