|
a 01 JUL 2011

Luanda: apoio a associações de moradores permite melhorar acesso a água potável

No Cazenga, em Luanda, têm sido realizadas periodicamente sessões formativas em gestão administrativa e financeira, destinada aos técnicos das Associações de Moradores para a Gestão Comunitária de Chafarizes (AMOGEC’s): actualmente responsáveis pela gestão do acesso a água potável nos bairros periurbanos da cidade.

Esta foi apenas uma das várias formações previstas num Projecto específico – o projecto de Assistência Técnica, Apoio Institucional e Capacitação das AMOGEC’s - cujo objectivo é aperfeiçoar as competências dos quadros técnicos, reconhecendo o seu importante papel na implementação do novo modelo de gestão comunitária de chafarizes – que beneficia uma rede de 132 chafarizes - implementado pelo IMVF, em parceria com a Administração Municipal do Cazenga – Comuna de Tala-Hady, com o Governo Provincial de Luanda e com a União Europeia.
 
A falta de acesso a água é um problema recorrente em Luanda e nos seus bairros periurbanos. Apesar dos esforços, apenas cerca de 30% da população da cidade sobrelotada tem acesso aos abastecimentos da Empresa Pública de Águas de Angola (EPAL). A alternativa: depender da água dos rios, não tratada, disponibilizada por fornecedores comerciais a preços 50 vezes superiores aos da EPAL. Em consequência, o consumo de água pela maioria da população não atinge os 5 litros/dia, muito abaixo do mínimo de 40 litros/dia estipulado pela Organização Mundial de Saúde.
 
Neste contexto, e com o apoio de várias entidades, têm sido as próprias Associações de Moradores a gerir de forma comunitária os chafarizes dos seus bairros, organizando a distribuição da água e zelando pelas boas condições de higiene dos espaços.
 
No âmbito das actividades do projecto, durante a passada semana teve ainda início a fase de instalação de energia renovável nas sedes de 8 das Associações apoiadas, garantindo-se assim o seu acesso a energia e luz durante 8 horas por dia. A instalação dos módulos fotovoltaicos para energia é a fase final de um investimento que incluiu anteriormente a reabilitação e equipamento dos 8 escritórios, promovendo melhores condições de trabalho para os membros da Direcção e Zeladores de Chafarizes. Vários outros equipamentos de transporte e armazenamento de água têm também sido disponibilizados às 8 AMOGEC´s.
 
Recentemente, o projecto contou ainda com a visita de Maria José Baptista, gestora de projectos de infra-estruturas da União Europeia que acompanhou os investimentos em curso e realizou encontros com os membros das AMOGEC´s e beneficiários directos deste projecto.
 

 

Fonte: IMVF 

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010