|
a 16 MAR 2011

ONGD portuguesa promove o acesso sustentável a água potável para a cidade de Bafatá na Guiné-Bissau

No Dia Mundial da Água, 22 de Março, o programa Engenheiros Sem Fronteiras da TESE (ONGD) celebra o 1º ano de implementação do Projecto Bafatá Misti Iagu que irá assegurar o abastecimento e gestão de água à cidade de Bafatá, alargar o acesso a fonte de água potável dos actuais 20% para 50% da população total.

Com recurso a financiamento da Comissão Europeia, do Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento e do Ministério da Energia e Recursos Naturais da Guiné-Bissau, a TESE e os seus parceiros locais ao fim do primeiro ano já obtiveram os seguintes resultados:
 
• Um Modelo de Gestão que estabelece os principais procedimentos para a Gestão, Operação e Manutenção das Infraestruturas por parte da ASPAAB, associação que assegura o abastecimento de água na cidade,
• A Capacitação de 26 elementos pertencentes à ASPAAB, Direcção Regional de Recursos Hídricos e da Comunidade em Gestão Financeira, Comercial, Controlo da Qualidade da Água e Facilitação Comunitária,
• Os primeiros trabalhos de reabilitação da rede de abastecimento de água da Cidade de Bafatá, tiveram início com a identificação e reparação de roturas no principal troço do sistema diminuindo significativamente as perdas de água,
• A Campanha de Sensibilização que já fez chegar mensagens chave, nomeadamente a lavagem das mãos com sabão como comportamento instrumental para a redução de doenças, a 4.150 mulheres, homens e crianças.
A par com estes resultados irá iniciar-se no segundo trimestre de 2011 a reabilitação das principais infraestruturas do sistema - Nascentes, Depósitos, Condutas, Fontenários, e 2 novos geradores fotovoltaicos para bombagem de água.
 
Os resultados até agora conseguidos asseguram que após a construção das infraestruturas:
 
• Os procedimentos estão bem documentados permitindo assegurar a correcta implementação das melhores práticas após o término do projecto- Sustentabilidade
• A ASPAAB possui as ferramentas e o conhecimento para as gerir, operar e manter de forma eficiente e eficaz- Capacidade
• Os impactos do acesso melhorado a fontes de água são maximizados pela melhoria das práticas de higiene - Comportamentos
 
Contribuir para a melhoria da situação de vida e o cumprimento dos seguintes Objectivos de Desenvolvimento do Milénio: (1) Erradicação da pobreza extrema e fome; (4) Reduzir a mortalidade infantil e (7) Garantir a sustentabilidade ambiental, de 28.067 mulheres e homens que habitam na cidade de Bafatá é o impacto pretendido com este projecto.
 
Para comemorar o Dia Mundial da Água e o 1º Aniversário do Projecto, a TESE está a promover com os seus parceiros, um evento de comemoração dirigido aos 3.000 jovens do Liceu de Bafatá, através de teatro e um quizz sobre as temáticas da água, higiene e saneamento.
 
www.tese.org.pt

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010