|
a 16 ABR 2010

Comissão Europeia estimula países a manter ajuda ao desenvolvimento

Ajuda Pública ao Desenvolvimento

O comissário europeu de Desenvolvimento, Andris Piebalgs, apelou ontem aos países da União Europeia (UE) a cumprirem os compromissos de ajuda aos países em desenvolvimento após o retrocesso registado em 2009, e pediu que a crise económica global “não seja uma desculpa”.

“A ligeira queda da ajuda em 2009 deveria ser revista rapidamente se queremos respeitar os compromissos que assumimos para alcançar os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM)” para erradicar a pobreza extrema, indicou Piebalgs num comunicado, acrescentando que “a crise não pode ser uma desculpa”.

A Comissão Europeia (CE) reagiu assim à publicação dos fundos estatais apresentados pelos 23 membros do Comité de Ajuda ao Desenvolvimento (CAD) da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE), que ascenderam a 119,573 mil milhões em 2007.

Assim, a ajuda pública ao desenvolvimento dos países ricos subiu 0,7 por cento no ano passado e representou 0,31 por cento do seu Produto Interno Bruto (PIB) global, longe do objectivo internacional de 0,7 por cento.

Bruxelas lamentou que a crise financeira mundial tenha “travado” o fluxo de ajudas, e que estas tenham crescido menos de um por cento em termos reais, em comparação com 2008. Indicou que as contribuições dos Estados da União Europeia no CAD aos países em desenvolvimento registaram um “ligeiro” retrocesso.

Fonte: Jornal de Angola (http://jornaldeangola.sapo.ao/13/0/comissao_europeia_estimula_paises_a_manter_ajuda_ao_desenvolvimento)

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010