|
a 21 JAN 2011

A ADRA presta ajuda aos sobreviventes das maiores inundações do Brasil

Na sequência das grandes inundações, que até agora provocaram a morte a mais de 700 pessoas no estado montanhoso do Rio de Janeiro, no Brasil, a ADRA (Associação Adventista para o Desenvolvimento, Recursos e Assistência) está a prestar ajuda humanitária aos sobreviventes nas áreas mais atingidas.

Para atender às necessidades imediatas dos sobreviventes, a ADRA está a fornecer kits de higiene compostos por escovas e pastas de dentes, gel de banho, sabonetes infantis, champôs, desodorizantes, pentes, pensos higiénicos e detergente para a roupa, em quantidade suficiente para uma família de 5 pessoas durante o período de um mês. Está, neste momento, a beneficiar 400 famílias, ou seja, cerca de 2.000 pessoas, que ficaram desabrigadas devido aos deslizamentos de terra.
 
Além disso, um donativo de 100.000 dólares (cerca de 75.000 euros) da Embaixada dos Estados Unidos em Brasília, também irá ajudar a ADRA a oferecer assistência adicional às famílias afectadas na região.
 
A ADRA está a trabalhar em estreita colaboração com as autoridades do Governo Local, da Defesa Civil e dos voluntários que receberam formação para garantir uma distribuição eficiente dos materiais de ajuda de emergência. É dada prioridade às famílias governadas por mulheres, às famílias com filhos deficientes, a idosos dependentes e às famílias cujos membros foram directamente afectados.
 
No início de Janeiro, as chuvas torrenciais saturaram as zonas montanhosas causando uma série de deslizamentos que atingiram várias cidades no estado, incluindo Teresópolis, Nova Friburgo, Petrópolis, Sumidouro e São José do Vale do Rio Preto.
 
As inundações na região de Santo António do Rio provocaram grandes aluviões e deslizes de terra, nivelando casas, arrastando carros, derrubando linhas eléctricas e causando estragos significativos nas estradas. Em todo o estado, grandes áreas urbanas ficaram submersas sob toneladas de rochas, areia e detritos. Em alguns bairros, teme-se que centenas de moradores ainda possam estar enterradas sob a lama. Segundo as Nações Unidas, esta situação de inundações e deslizamentos vivida recentemente no Brasil, está entre as 10 piores do mundo!
 
ADRA Portugal está a apoiar esta acção humanitária e já desbloqueou uma verba inicial no valor de 5,000 dólares (cerca de 3.700€), tendo uma conta aberta* para angariação de donativos, que contribuirão para a resposta de emergência das equipas da ADRA que actuam no terreno.
 
 
A ADRA é uma organização não-governamental presente em 125 países. Implementa projectos de desenvolvimento comunitário sustentável e socorro em desastres. A ADRA assume o princípio humanitário fundamental de independência, apoiando os seus beneficiários independentemente da associação política ou religiosa, idade, sexo, raça ou etnia.
 
Em Portugal, a ADRA é uma ONGD registada no IPAD (Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento), é membro da Plataforma Portuguesa das ONGD e é considerada instituição de utilidade pública.
 
Para mais informações consulte o site da ADRA Portugal em
www.adra.org.pt
 
* A ADRA Portugal abriu a conta com o NIB 0046 0017 00600031123 74 para recolher donativos especificamente para a resposta às vítimas das cheias no Paquistão. Os donativos têm uma majoração de 130% nas deduções fiscais. Os comprovativos de depósito ou transferência devem ser enviados para a ADRA com indicação do nome, morada e número de contribuinte para envio do respectivo recibo.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010