|
a 07 DEZ 2010

Pobreza é predominante nas áreas rurais apesar dos progressos da última década - Estudo

Lisboa, 06 dez (Lusa) -- A pobreza global mantém-se um fenómeno predominante nas áreas rurais, apesar dos progressos das últimas décadas, que salvaram mais de 350 milhões de camponeses da miséria extrema, revela um documento divulgado pelo Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

O documento, com o título "Relatório sobre a Pobreza Rural 2011", revela que nos últimos dez anos a taxa total de pobreza extrema registada em áreas rurais de países desenvolvidos -- pessoas que vivem com menos de 1,25 dólares por dia -- diminuiu de 48 por cento para 34 por cento.
 
Os autores do estudo destacam um aumento "alarmante" no número de pessoas extremamente pobres nas zonas rurais da África subsariana, ainda que a percentagem de indivíduos que vive com menos do equivalente a 1,25 dólares por dia, calculado em 62 por cento, caiu ligeiramente desde que a FIDA divulgou o seu primeiro relatório em 2001.
 
Fonte: LUSA

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010