|
porPlataforma ONGD
fontePlataforma ONGD
a 09 MAR 2018

Igualdade de Género e Desenvolvimento Sustentável

 

A promoção da Igualdade de Género e o empoderamento de mulheres e raparigas é, há muitos anos, um dos objetivos centrais de quem trabalha para a promoção de um modelo de desenvolvimento verdadeiramente sustentável e inclusivo. As organizações da Sociedade Civil (OSC) são confrontadas diariamente no seu trabalho com casos de descriminação e subjugação das mulheres, adolescentes e crianças, que envolvem muitas vezes a violação dos seus mais básicos Direitos Humanos. E sabe-se também, pela experiencia de implementação de muitos projetos, que é clara a importância das mulheres como motores da melhoria das condições de vida das famílias.

As desigualdades de género acontecem em contextos muito diversos e, infelizmente, são ainda uma marca de água em muitos países, independentemente do seu nível de desenvolvimento. São inúmeros os casos que diariamente ilustram as desigualdades de tratamento e oportunidades entre homens e mulheres. E basta estar atento às noticias para perceber que em Portugal temos ainda também um longo caminho a percorrer parar que a promoção da igualdade de género se materialize numa verdadeira mudança cultura e organizacional.

Deste modo, assinalar do dia Internacional da Mulher é sem dúvida muito importante como oportunidade para demonstrar o muito que ainda há a fazer, a nível global, para o empoderamento das mulheres e raparigas. Nesse sentido, a Plataforma Portuguesa das ONGD e a Confederação Portuguesa de Associações de Defesa do Ambiente, parceiras nacionais no projeto “Europa no Mundo”, uma iniciativa europeia que envolve 25 OSC de 15 países europeus e que conta com o apoio da Comissão Europeia, marcaram o dia 8 de Março de 2018 através de uma mini-campanha na internet em que procuraram destacar a importância de continuarmos a promover a Igualdade de Género e o empoderamento das Mulheres como um Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Partindo da Agenda 2030 e dos seus 17 ODS, em que a Igualdade de género é um dos temas centrais e transversais, esta mini-campanha partilhou entrevistas, relatórios e manifestações culturais que demonstram diferentes dimensões em que a desigualdade de género se manifesta. Ao subscreverem esta Agenda global de Desenvolvimento, os Estados membros da ONU comprometeram-se a enfrentar coletivamente os problemas de âmbito social, económico, ambiental e cultural que afetam os direitos das mulheres. As OSC não irão deixar que os governos se esqueçam desses compromissos, concretizando também dessa forma o seu papel de agentes ativos para que os ODS sejam atingidos até 2030.

Ao longo dos próximos meses, no contexto do projeto Europa no Mundo, da campanha Europeia sobre Desigualdades e Desenvolvimento Humano e da Campanha sobre os Rostos da Desigualdade, promovida pela Global Call to Action Against Poverty, a Plataforma das ONGD continuará a abordar não só a desigualdade de género, como também outros tipos de desigualdade (económica, fiscal, democrática e de participação cívica) que são sem duvidas dos principais obstáculos  a um desenvolvimento sustentável e inclusivo.


Siga a mini-campanha referente ao ODS 5 no Facebook da Plataforma.

Link para artigo na SDG Watch Europe.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010