|
porPlataforma ONGD
fontePlataforma ONGD
a 01 MAR 2016

Eurobarómetro: Portugueses consideram importante o trabalho de cooperação para o desenvolvimento, mas envolvem-se pouco

93% dos Portugueses considera importante o trabalho a favor dos países em desenvolvimento, mas apenas 47% considera isso como uma prioridade para o Governo português e só 16% diz estar envolvido em acções a favor das pessoas nos países em desenvolvimento.

O Eurobarómetro Especial 441 – O Ano Europeu para o Desenvolvimento: A visão das/os cidadãs/ãos sobre Desenvolvimento, Cooperação e Ajuda ao Desenvolvimento, demonstra que as/os portuguesas/es entrevistadas/os consideram a Cooperação para o Desenvolvimento importantes, concordam que a luta contra a pobreza nesses países deve ser uma prioridade da União Europeia (78%), contudo apenas 47% consideram que deve ser uma prioridade do governo português.

Analisando o envolvimento das(os) cidadãs(ãos), 63% dos portugueses considera que cada um de nós pode desempenhar um papel na luta contra a pobreza nos países em desenvolvimento, contudo apenas 16% estão directamente envolvidos na luta contra a pobreza nestes países, o que leva a crer que existe uma grande diferença entre a opinião e os comportamentos dos inquiridos, ou seja, há ainda uma grande trabalho a realizar para que as portuguesas e os portugueses se envolvam realmente em prol de um Desenvolvimento Global e Sustentável.

Estes dados são verdadeiramente preocupantes pois em relação ao último Eurobarómetro sobre este tema, acentuou-se em termos percentuais o fosso existente entre a opinião e a prática, isto é, agravou-se a convicção de que todos nos devemos preocupar com os países em desenvolvimento, mas apenas alguns (os outros) deverão agir em seu benefício. Demonstra um falhanço parcial do Ano Europeu para o Desenvolvimento (que tinha, entre outros, o objectivo de suscitar pensamento critico sobre a cooperação para o desenvolvimento e promover a mobilização para ação nesse sentido) e demonstra que os portugueses e portuguesas inquiridas estão desfasados do espírito subjacente à nova Agenda global de Desenvolvimento (Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável) que assenta precisamente na constatação de que a pobreza é um problema da família humana e, como tal, todos os seus membros têm um papel a desempenhar para a sua erradicação”, afirma Pedro Krupenski, Presidente da Plataforma Portuguesa das ONGD.

Analisando os dados ao nível da União Europeia, o Eurobarómetro demonstra que a maioria dos Europeus tem uma visão positiva sobre os benefícios da cooperação internacional e do desenvolvimento., sendo que 16% consideram que a União europeia deve aumentar os níveis de Ajuda Pública ao Desenvolvimento.

Aproximadamente ¾ dos inquiridos considera que a Ajuda Pública ao Desenvolvimento é uma maneira eficaz de combater a imigração irregular – a crise dos refugiados – e 80% consideram que a aposta no Desenvolvimento é do interesse da própria União Europeia. 

O Comissário Europeu para a Cooperação Internacional e o Desenvolvimento, Neven Mimica, considera que
Os resultados do Eurobarómetro mostram claramente que as cidadãs e os cidadãos da UE conhecem e valorizam a importância da cooperação Internacional e do Desenvolvimento. Quase nove em cada dez entrevistados pensam que ajudar os países em desenvolvimento é importante, enquanto mais de sete em cada dez concorda que a luta contra a pobreza nos países em desenvolvimento tem uma influência positiva nos cidadãos da UE. Num momento quando a Europa é desafiada a fazer caso da sua relevância para as cidadãs e cidadãos, devemos aproveitar esta oportunidade e certificarmo-nos de que mostramos os resultados do que fazemos, o impacto do trabalho, a diferença que faz para a vida das pessoas e como este trabalho traz benefícios para os valores e os interesses da Europa”.

* Este estudo foi realizado no final do ano de 2015, Ano Europeu para o Desenvolvimento que tinha como objectivo aumentar o conhecimento e consciencialização das cidadãs e dos cidadãos sobre as temáticas do Desenvolvimento.

Eurobarómetro: 

Outros Eurobarómetros:

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010