|
porComissão Europeia
fonteComissão Europeia
a 29 MAI 2015

Eurobarómetro: nove em cada 10 europeus querem que a UE continue a proporcionar ajuda humanitária

O apoio da opinião pública à ajuda humanitária da UE aumentou, não obstante a crise económica. Nove em cada 10 cidadãos (90 %), o que representa um acréscimo de dois pontos percentuais desde o último inquérito realizado em 2012, consideram importante que a União Europeia continue a financiar a ajuda humanitária. Um número quase tão elevado de cidadãos, 85 %, apoia o financiamento da ajuda humanitária, apesar da crise económica na Europa. Estas são algumas das principais conclusões do último inquérito do Eurobarómetro sobre a ajuda humanitária.

«A solidariedade dos europeus transmite esperança a centenas de milhões de pessoas em todo o mundo que precisam de ajuda para assegurar a sua mera sobrevivência em situações de conflito, deslocações ou catástrofes naturais. Estou orgulhoso do forte apoio dos nossos cidadãos ao trabalho humanitário desenvolvido pela Europa, pois incentiva a nossa União a continuar a ser uma força positiva neste mundo cada vez mais complexo », afirmou Christos Stylianides, Comissário da UE responsável pela Ajuda Humanitária e Gestão de Crises.

Os cidadãos da UE estão cada vez mais sensibilizados para as actividades de ajuda humanitária da UE. De acordo com a sondagem, 76 % dos cidadãos têm conhecimentos gerais sobre o trabalho da UE neste domínio (em comparação com 68 % em 2012). Verifica-se também uma forte sensibilização para as acções específicas da UE de resposta às grandes crises, como a epidemia de ébola na África Ocidental.

Os europeus escolhem a Internet como fonte de informação preferida em matéria de ajuda humanitária, seguida da televisão e da imprensa.

A grande maioria dos inquiridos (84 %) apoia também a iniciativa Voluntários para a Ajuda da UE, que prevê o envio de voluntários para prestar ajuda humanitária em todo o mundo. Os primeiros voluntários para a ajuda da UE já foram destacados há mais de um ano no âmbito de uma série de projectos-piloto.

Contexto
A UE no seu conjunto — a Comissão Europeia, juntamente com os Estados-Membros — é o maior doador mundial de ajuda humanitária.

A Comissão Europeia presta assistência vital em todo o mundo. Esta assistência é concretizada em parceria com as agências das Nações Unidas, as ONG e organizações internacionais como a Cruz Vermelha.

O inquérito especial do Eurobarómetro sobre a ajuda humanitária (434) foi realizado nos 28 Estados-Membros da União Europeia entre 21 e 30 de Março de 2015. Nesse contexto, 28 082 pessoas foram inquiridas pessoalmente sobre a sua perceção da ajuda humanitária da Comissão Europeia.

Para mais informações
Resultados do Eurobarómetro

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010