|
porUNICEF
fonteUNICEF
a 24 ABR 2015

Campanha de imunização visa três milhões de crianças nos países mais afectados pelo Ébola

Pela primeira vez desde o início do surto de Ébola, a Guiné, a Libéria e a Serra Leoa estão a realizar importantes campanhas à escala nacional para proteger milhões de crianças contra doenças evitáveis mas potencialmente fatais.

No decurso da Semana Mundial da Imunização, de 24 a 30 de Abril, os três países mais afectados pelo Ébola visam vacinar mais de três milhões de crianças contra doenças como o sarampo e a poliomielite em campanhas apoiadas pela UNICEF, o que envolve o fornecimento de vacinas bem como a formação e colocação de milhares de equipas de imunização.
  
“Enquanto prossegue o esforço de reduzir a zero o número de casos de Ébola, é crucial que os serviços básicos de saúde sejam recuperados,” afirmou Manuel Fontaine, Director Regional da UNICEF para a África Ocidental e Central. “Reforçar os programas de imunização que foram interrompidos pela epidemia vai salvar vidas e prevenir um retrocesso nos ganhos em termos de saúde que foram alcançados nestes países antes do surto.”

Na Serra Leoa, arranca hoje uma semana dedicada à saúde de mães e filhos com o fornecimento de vitamina A, pastilhas para desparasitação e o rastreio da malnutrição. Mais de 10.000 vacinadores e distribuidores irão pelo país fora, porta-a-porta, para realizar essas intervenções, as quais também incluem actualizações para as crianças dos 0 aos 23 meses que não receberam a vacinação de rotina. Em Maio, terá lugar uma outra campanha de imunização dirigida a 1.5 milhões de crianças menores de cinco anos para cobrir a protecção contra o sarampo e a poliomielite.    

No dia 18 de Abril realizou-se na Guiné uma campanha contra o sarampo à escala nacional destinada a 1.3 milhões de crianças entre os seis meses e os nove anos de idade. Cerca de 100.000 crianças na resposta inicial ao surto de sarampo do mês de Fevereiro. A UNICEF realizou também várias campanhas de sensibilização para informar o público acerca da segurança da vacinação.

Na Libéria, uma campanha para proporcionar a mais de 700.000 crianças menores de cinco anos a vacinação contra o sarampo e a poliomielite está agendada para 8 a 14 de Maio. A UNICEF forneceu mais de 750.000 doses de vacinas do sarampo e, juntamente com os seus parceiros, está a dar formação a mais de 3.000 vacinadores e responsáveis de saúde locais. A agência está também a trabalhar com o Governo da Libéria em esforços de mobilização social à escala nacional para sensibilizar a população para a campanha.  

Dado que as campanhas de imunização estão a decorrer enquanto ainda existe a ameaça do Ébola, as equipas de vacinação estão a seguir protocolos rigorosos que incluem a utilização de vestuário protector, como luvas e aventais, bem a lavagem regular das mãos. 

Mais de 26.000 casos de Ébola e 10.000 mortes foram registados nos três países onde o surto veio enfraquecer sistemas de saúde já de si frágeis e interromper as intervenções de saúde de rotina.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010