|
de02-12 FEV 2017
localLisboa
porDrawfugees

Exposição "Traços de uma infância"

A exposição Traços de uma infância, desenhos da autoria de crianças refugiadas na Grécia, inaugura na quinta-feira, 2 de Fevereiro, às 19 horas, na Galeria Wozen em Lisboa.

A mostra de vinte desenhos é organizada pelo projecto Drawfugees, uma iniciativa independente e sem fins lucrativos, que convidou as crianças refugiadas da Síria, Iraque e Afeganistão a desenhar o que não têm palavras para expressar , a criar e recriar sonhos e realidades. A exposição conta com o apoio da UNICEF Portugal.

Os visitantes serão convidados a desenhar uma mensagem para as crianças refugiadas numa tela de grande dimensão, produzindo assim uma obra colectiva, um diálogo visual composto por centenas de desenhos, uma mensagem de Portugal para os 50 milhões de crianças refugiadas em todo o mundo.

O projeto Drawfugees enviará uma cópia desta obra para as famílias das crianças refugiadas com trabalhos em exposição e entregará a tela original à UNICEF .

Apesar das câmaras de televisão desviarem as objectivas, a crise dos refugiados não desapareceu , as dificuldades do dia-a-dia são constantes. Venha ao encontro do olhar das crianças refugiadas , de um mundo de cor nas vidas interrompidas por conflitos inventados por adultos, descubra os traços de uma
infância adiada na maior crise humanitária desde a Segunda Guerra Mundial.

Crianças artistas:

  • Sana Snirzad, 6, Afeganistão
  • Fatima Naseer, 5, Síria
  • Youssef Souqi, 9, Síria
  • Roman Snirzad, 14, Afeganistão
  • Rauan Taleb, 6, Síria
  • Musa Rasul, 5, Síria-Kurdistão
  • Seva Abas, 11, Síria-Kurdistão
  • Bayane Taleb, 10, Síria
  • Mohamed Sharif, 10, Síria
  • Batol Alsbehe, 12, Síria
  • Simav Mahmoud, 7, Síria-Kurdistão
  • Arsyan Siloo, 9, Iraque
  • Asma Shirzad, 9, Afeganistão
  • Muhamed Al Kadad, 8, Síria
  • Reem, 5, Síria
  • Toulai Khalil, 6, Síria
  • Lana, 9, Síria
  • Ahmad, 4, Síria
  • Aoumar Mazan Shabe, 9, Síria
  • Yaser Mazan Shabe, 11, Síria