|
a31 MAR 2015
localLisboa
porGT Ética

Oficina de Conhecimento: As ONGD ‘à transparência’ - Princípios e Boas-Práticas

 

 

Programa
É consensual que a aplicação de fundos públicos exige uma gestão ainda mais eficiente e rigorosa. É consensual que estes recursos devam ser aplicados de forma íntegra e responsável.

Estão as ONGD portuguesas preparadas para contribuir e adoptar um modelo de Desenvolvimento Sustentável, inclusivo e com preocupações éticas, onde as fronteiras entre o global e o local se esbatem nas realidades e desafios quotidianos? Está a transparência presente no seu trabalho diário e estratégia de acção? Estão as instituições públicas, nacionais e internacionais, com responsabilidade no Desenvolvimento, conscientes do seu papel de assegurar e promover a Ética na governação?

OFICINA DE CONHECIMENTO
10h00 - SESSÃO DE ABERTURA
Maria Hermínia Cabral, Directora do Programa Gulbenkian Parcerias para o Desenvolvimento
Pedro Krupenski, Presidente da Plataforma Portuguesa das ONGD
Ana Paula Laborinho, Presidente do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua 

11h00 - 9 PRINCÍPIOS DA TRANSPARÊNCIA: O EXEMPLO DA FUNDAÇÃO LEALTAD
Mercedes Guinda Aso, Directora de Comunicação e Marketing da Fundação Lealtad

DEBATE

OFICINA DE TRABALHO
Sessão exclusiva para as associadas da Plataforma das ONGD
14h30-17h00
Através de metodologias participativas iremos convidar as associadas da Plataforma Portuguesa das ONGD a refletir e debater os princípios fundamentais que devem orientar o futuro código de ética da Plataforma.